segunda-feira, 14 de maio de 2018

A MAIOR BALEIA QUE JÁ EXISTIU



Pode chegar a 30m de comprimento (mais que uma quadra de basquete) e a pesar 170 toneladas (mais do que 28 elefantes africanos juntos)!
Sua língua pode pesar tanto quanto um elefante. Seu coração, tanto quanto um carro.
A nadadeira de uma baleia azul (análoga à mão humana) é tão longa quanto a altura de uma pessoa.
Seu espiráculo (o orifício presente no topo da sua cabeça, por onde respira) é grande o suficiente para passar um bebê humano através dele. E quando a baleia expira, o jato de ar pode chegar a 9 metros de altura.
Suas artérias são tubulações com cerca de 23 centímetros de diâmetro (aproximadamente o mesmo que um prato de jantar) e um humano adulto poderia arrastar-se pela sua aorta.
A boca de uma baleia azul é enorme – ela pode engolir um volume de água mais pesado que seu próprio corpo. Sua garganta se estende até o umbigo. Você e mais 400 pessoas poderiam caber em sua boca!
O crânio de uma baleia azul pode passar dos 6m de comprimento.
Um bebê de baleia azul tem aproximadamente o tamanho de 2 minivans. Ele consome mais de 600 litros de leite por dia e ganha cerca de 90kg a cada dia no seu primeiro ano.
O órgão reprodutor do macho (o pênis) pode chegar a 3m de comprimento.
Uma única baleia azul adulta pode consumir quase 4 toneladas de krill por dia.
Apesar do seu tamanho, são nadadoras graciosas cruzando o oceano a cerca de 8 km/h, podendo alcançar velocidades de mais de 30 km/h.
Embora não possamos ouvi-las, o canto das baleias azuis é um dos sons mais altos produzidos por um animal. Elas comunicam-se umas com as outras usando gemidos e uma série de pulsos de baixa freqüência. Em condições ideais, uma baleia azul pode ouvir o canto de outra a distâncias de até 1600 km.
As baleias azuis são atualmente classificadas como ameaçadas de extinção e estão na World Conservation Union (IUCN) Red List. Estima-se que existam de 10 a 25 mil baleias azuis nadando hoje nos oceanos do mundo.

Obs.: Compare o tamanho da baleia-azul ao de outros gigantes do reino animal nesta outra publicação:

Nome: Nicolas

terça-feira, 8 de maio de 2018

  Alquimia é uma prática que combina elementos da FísicaMedicinaSemióticaMisticismoEspiritualismoArteQuímicaAntropologiaAstrologiaFilosofiaMetalurgia e Matemática. Existem quatro objetivos principais na sua prática. Um deles seria a transmutação dos metais inferiores ao ouro; o outro a obtenção do Elixir da Longa Vida, um remédio que curaria todas as doenças, até a pior de todas (a morte), e daria vida longa àqueles que o ingerissem. Ambos os objetivos poderiam ser conseguidos ao obter a Pedra Filosofal, uma substância mística. O terceiro objetivo era criar vida humana artificial, os homunculus. O quarto objetivo era fazer com que a realeza conseguisse enriquecer mais rapidamente (este último talvez unicamente para assegurar a sua existência, não sendo um objetivo filosófico). É reconhecido que, apesar de não ter  caráter científico, a Alquimia foi uma fase importante na qual se desenvolveram muitos dos procedimentos e conhecimentos que mais tarde foram utilizados pela Química. A alquimia foi praticada na MesopotâmiaEgito AntigoImpério PersaÍndia Antiga, China Antiga, Grécia ClássicaImpério RomanoMundo IslâmicoAmérica Latina Pré-colombianaEuropa Medieval e Renascentista.

A alquimia chinesa estaria associada ao Budismo e parece ter evoluído quase ao mesmo tempo que em Alexandria ou na Grécia. O seu principal objetivo era fabricar o Elixir da Longa Vida, que, segundo eles, estava relacionado com a fabricação do ouro, não havendo a Pedra Filosofal e o homunculi, já que se trata de conceitos puramente ocidentais. Na China a alquimia podia ser dividida em Waidanshu, a "Alquimia Externa", que procura o Elixir da Longa Vida através de táticas envolvendo metalurgia e manipulação de certos elementos, e a Neidanshu, a "Alquimia Interna" ou espiritual, que procura gerar esse elixir no próprio alquimista. A alquimia chinesa foi perdendo força e acabou desaparecendo com o surgimento do Budismo. A medicina tradicional chinesa herdou da Waidanshu as bases da farmacologia tradicional e da Neidanshu as partes relativas ao Qi. Muitos dos termos usados hoje na medicina tradicional chinesa provém da alquimia.Resultado de imagem para circulo de transmutação

Durante a Idade Média muitos alquimistas foram julgados pela Inquisição e condenados à fogueira por alegado pacto com o diabo. Por isto, até os dias de hoje o enxofre, material usado pelos alquimistas, é associado ao demônio. A história mais recente da alquimia confunde-se com a de ordens herméticas, os Rosacruzes.

A PEDRA FILOSOFAL

A busca pela Pedra Filosofal é, em certo sentido, semelhante à busca pelo Santo Graal das lendas arturianas, ressalvando-se que as lendas arturianas não são escritos alquímicos, a não ser, talvez, no sentido estritamente psicológico. Em seu romance Parsifal escrito entre os anos de 1210 e 1220Wolfram von Eschenbachassocia o Santo Graal não a um cálice, mas a uma pedra que teria sido enviada dos céus por seres celestiais e teria poderes inimagináveis. Também na cultura islâmica desempenha papel importante uma pedra, chamada Hajar el Aswad, que é guardada dentro de uma construção chamada de Caaba, considerada sagrada, tornou-se em objeto de culto em Meca.
Resultado de imagem para pedra filosofal fullmetal alchemist








Também é muito frequente o uso de símbolos da astrologia na linguagem alquímica. Associam-se os planetas da astrologia com os elementos da seguinte forma:

OS HOMUNCULOS

Talvez uma das mais interessantes ideias dos alquimistas seja a criação de vida humana a partir de materiais inanimados. Não se pode duvidar da influência que a tradição judaica teve neste aspecto, pois na cabala existe a possibilidade de dar vida a um ser artificial, o Golem.

Podemos observar que esta ideia dos alquimistas ficou profundamente marcada na consciência da humanidade, e tem aparecido regularmente no imaginário popular, na forma de monstros artificiais, como nos animes/mangás Fullmetal Alchemist e Ragnarok, no jogo de RPG Promethean the created e no mais famoso deles, Frankenstein (obra literária de Mary Shelley).


A ALQUIMIA NA NOSSA ERA

     Fullmetal Alchemist (鋼の錬金術師, Hagane no Renkinjutsushi?, lit. "Alquimista de Aço") é uma série de mangáshōnen escrita e ilustrada por Hiromu Arakawa. O mangá foi serializado na revista mensal japonesa Monthly Shōnen Gangan entre agosto de 2001 e junho de 2010, com os seus 108 capítulos individuais compilados em 27 volumes em formato tankōbon e publicados pela editora Square Enix. O mundo de Fullmetal Alchemist é baseado no período após a Revolução Industrial Europeia. Situado em um universo ficcional em que a alquimia é uma das mais avançadas técnicas científicas conhecidas pelo homem, a história centra-se nos irmãos Edward Elric e Alphonse Elric, que estão procurando a pedra filosofal para restaurar seus corpos após uma desastrosa tentativa de trazer a mãe falecida de volta à vida através da alquimia.
O mangá é licenciado e publicado no Brasil pela editora JBC que o publicou em uma edição meio-tanko e atualmente publica a edição tankōbon. Foi também adaptado em duas séries de televisão de anime e dois filmes de animação produzidos pelo estúdio Bones e uma light novel. No Brasil, o primeiro anime foi transmitido no Animax e na RedeTV! e o segundo no Sony Spin, e em Portugal, foi transmitido na SIC K. Episódios OVAsjogos eletrônicos, livros suplementares, cartas colecionáveis e uma variedade de action figures e outras mídias que foram baseados em personagens da série também foram lançados. Um filme em live-action baseado na série atualmente está em produção.

Resultado de imagem para fullmetal alchemist

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Redes Sociais

Redes Sociais

Redes sociais são estruturas formadas dentro ou fora da internet, por pessoas e organizações que se conectam a partir de interesses ou valores comuns. Muitos confundem com mídias sociais, porém as mídias são apenas mais uma forma de criar redes sociais, inclusive na internet.

O que é rede social

Redes sociais, no mundo virtual, são sites e aplicativos que operam em níveis diversos — como profissional, de relacionamento, dentre outros — mas sempre permitindo o compartilhamento de informações entre pessoas e/ou empresas.
Quando falamos em rede social, o que vem à mente em primeiro lugar são sites como Facebook, Twitter e LinkedIn ou aplicativos como Snapchat e Instagram, típicos da atualidade. Mas a ideia, no entanto, é bem mais antiga: na sociologia, por exemplo, o conceito de rede social é utilizado para analisar interações entre indivíduos, grupos, organizações ou até sociedades inteiras desde o final do século XIX.
Na internet, as redes sociais têm suscitado discussões como a da falta de privacidade, mas também servido como meio de convocação para manifestações públicas em protestos. Essas plataformas criaram, também, uma nova forma de relacionamento entre empresas e clientes, abrindo caminhos tanto para interação quanto para o anúncio de produtos ou serviços.



Resultado de imagem para simbolos das redes sociais  Imagem relacionada



Resultado de imagem para simbolos das redes sociaisResultado de imagem para simbolos das redes sociais


Resultado de imagem para simbolos das redes sociaisResultado de imagem para simbolos das redes sociais




Resultado de imagem para simbolos das redes sociaisResultado de imagem para simbolos das redes sociais pinterest